Imagem capa - Mini Wedding: como organizar um casamento intimista? por Quinta da Devesa

Mini Wedding: como organizar um casamento intimista?

Quantos de nós já não quisemos ter um casamento mais recatado, mais intimista, só com as pessoas mais importantes e realmente ligadas a nós? Muitos! Mas havia sempre aquele estigma de convidar todos os primos afastados, amigos que estão no estrangeiro e mesmo aquelas pessoas da família que nem nos damos assim tão bem.



Mini wedding: menos convidados, mais personalização (Crédito da imagem: André Furtado Photography)



Essa realidade acabou! O conceito de mini wedding está a crescer cada vez mais. Sua principal característica é uma diminuição, às vezes drástica, do número de convidados em relação a um casamento convencional. 


Mas não é só isso, o estilo de decoração, a comida e o local também sofrem mudanças, sempre de acordo com os gostos dos noivos. Confira algumas dicas para você elaborar um mini wedding inesquecível!


Convidados


Para ser considerado um mini wedding, geralmente tem que ter até 100 convidados. Se tiver, por exemplo, de 10 a 40, já e considerado um micro wedding. Mas o que realmente caracteriza este estilo de casamentos é a proximidade que os noivos têm dos convidados porque são pessoas mais próximas que, à partida, convivem mais facilmente do que se convidassem 200 ou 300 pessoas.  


É, portanto, o conceito ideal para aqueles casais que preferem apenas um convívio mais pequeno para que possam desfrutar do dia com os amigos e familiares mais próximos.


Convites


Lá por ser um mini wedding, isso não significa que não tenha que ter convites. Muito pelo contrário. Diminui-se numas coisas para podermos caprichar mais nos detalhes, e aqui é fundamental enviar convites. Nem que seja uma coisa menos formal como um “Save the date!” digital. 


O importante é que o convidado entenda o significado dele ter sido chamado para um evento tão intimista e que não deixe de confirmar, ou não, a presença. 


Local


Para realizar um mini wedding, um grande desafio será escolher o local. Como é uma cerimónia mais íntima, pode ser realizada em pequenos espaços, dentro de museus, jardins, restaurantes ou quintas, que muitas dispõem de diferentes áreas para isso. 


Aqui, na Quinta da Devesa, temos vários espaços tanto abertos como fechados para atender a todos os gostos e em diferentes estações do ano. Para além disso, nosso espaço oferece um jardim relvado e piscina com uma cascata de água a correr em um grande vitral sob um deck de madeira, entre outras instalações.



Na Quinta da Devesa oferecemos diferentes espaços para a realização de todos os tipos de casamentos (Crédito da imagem: Foto Rodrigues)


Custos


Supostamente estes formatos de casamento deveriam ser mais baratos que um casamento tradicional. No entanto, essa não é a regra, porque, apesar de existirem menos convidados, acaba-se muitas vezes por aumentar o investimento nas decorações, na comida ou nas atividades, o que faz com que os custos acabem por igualar um casamento tradicional. 


O importante é que os noivos escolham de acordo com o que preferem ter no dia do seu casamento. Uma dica fundamental para não extrapolar nos gastos: Anote em uma planilha o orçamento que pretende gastar em cada serviço, como fotógrafo, vestido da noiva, quinta, etc, e vá adequando para saber o que poderá incluir e o que terá que abrir mão.


Decoração


Como é um casamento mais pequeno, a decoração tem que estar perfeita. É preciso ter atenção a todos os detalhes, mesmo os mais pequeninos, desde fotos dos noivos nas mesas, flores, preocupação com os guardanapos, entre outros. 


Seja clássico, vintage, moderno, rústico... escolha o estilo da sua decoração e invista nos pormenores para tornar a sua festa inesquecível, pois o segredo da decoração do mini wedding é realmente dar um toque personalizado que seja a cara dos noivos. 


Buffet


Como os mini weddings são práticos e menos formais é no menu que temos a maior liberdade para ser criativos e surpreender. Já pensaram que podem simplesmente esquecer aquela regra típica de 3 pratos e dar asas à imaginação? Se não pensaram, já podem pensar em inovar no vosso copo de água. Para isso, deve buscar um sítio que construa o menu com a vossa colaboração e personalização.  


Hoje em dia, os casamentos com brunch são a grande tendência do momento, assim como os food trucks e os barbecues. Mas, se preferirem uma onda mais tradicional, ainda podem optar por um buffet de finger food (pequenas porções a cada um), e neste caso existem opções variadas para todos os gostos.




E por fim, terminamos com um bolo de casamento simples e delicioso para terminar o dia em grande!


Música


Ter ou não ter uma pista de dança ou música está relacionado com a personalidade e os gostos dos noivos. Mas claro que qualquer mini wedding pode ter dança. Nesse caso, se preferir contrate um DJ para animar a festa e diga-lhe quais são as suas músicas preferidas para que a playlist vá de encontro ao seu gosto pessoal.


No entanto, se preferir antes um casamento mais pessoal e calmo, contrate antes uma banda com estilo musical mais próximos de blues ou jazz ou músicos que toquem piano, ou mesmo violinos. Sempre fica bem num casamento mais intimista.

Tudo o que os noivos mais gostarem, porque afinal é o vosso dia, seja um mini wedding ou não!

 

 Veja também:

Cinco erros que não podes cometer ao escolher a quinta de casamento perfeita